BANHO
Tortura ou Prazer?

        
       Ao contrário do que pensa, gatos tomam banho, sim! E os persas gostam. Com a pelagem longa e densa, eles não conseguem se manter higienizados por si mesmos, como os gatos de pelo curto. Vaidosos, eles adoram estar limpos, escovados e bem cuidados. É um momento em que ele recebe sua atenção, seu carinho; e ele sabe que você está cuidando dele.  
       Escolha um dia de sol para banhar seu gato; e faça-o nos horários mais quentes do dia, ou seja, das 10 hs as 15 hs. Deixe preparado todo o material necessário:  

- alicate de unha, ou “TRIM”  
- Sabonete PROTEX Ultra, ou Sabão de Coco Granado
- Shampoo neutro, ou um Sabonete líquido, á base de Erva Doce
- 02 Escovas de dentes
- 02 Toalhas  
- Escova  
- Pente  
- Secador de cabelo  
- Cotonetes  
- Algodão  

     1° Passo - Corte as unhas do seu gatinho; ele poderá assustar-se durante o banho ou com o secador de cabelos, e poderá arranhá-lo ou enroscar as unhas na toalha.  Corte somente a ponta transparente da unha: a parte rosada é composta por tecido vivo e é bastante irrigada; se cortar demais, a unha poderá sangrar e infeccionar. As unhas traseiras tem mais área rosada, e costumam estar desgastadas; corte somente as que ainda tiverem afiadas. 

      2° - O pêlo dos persas  é muito fino; por isso, ao molhá-lo,  auxilie a penetração da água com  as mãos. Nunca ensaboe o gato com o pelo seco, isso promove ressecamento e a aparência quebradiça e sem brilho da pelagem. 
           
2°a - Se ele estiver com pulgas (problema facilmente eliminável com os produtos que existem hoje no mercado), comece pelo pescoço: assim, elas não irão  para a cabeça, aonde será mais difícil retirá-las.

     3° - Ensaboe e esfregue bem o corpo todo, com excessão da carinha. Comece pelo pescoço, parte superior dianteira, superior traseira, laterais, e vá descendo para a parte de baixo do corpo do gato. Não se esqueça da parte de trás das patas traseiras,  embaixo da cauda, do pescoço e entre as patas dianteiras e ao redor das orelhas, locais que acumulam mais oleosidade e onde  é mais difícil para o gato promover a própria higiene.  

    4° - Para um banho surtir bons resultados, é importante ter em mente dois fatores: 
           a) Pense no corpo do gato como uma caixa retangular: trabalhe a parte de cima primeiro, as laterais, e depois, a parte de baixo. Passe então à parte traseira e a carinha do gato. 
           b) Vise sempre a PELE do animal, e não a pelagem. Se você trabalhar bem a pele, a pelagem estará também limpa.

    5° - Massageie o corpo em movimentos circulares, massageando a pele, evitando de embaraçar a pelagem com o movimento dos dedos;

    6° - Se seu bichano for um macho, passe delicadamente uma escovinha de dente na base superior da cauda e na bolsa escrotal, para retirar a oleosidade e a secreção escura que se formam em função das glândulas reprodutoras.  

     7° - Para limpar a carinha, molhe as mãos (sem sabão) e passe em toda a carinha, até que a pelagem esteja devidamente molhada.

    8° - Passe um pouquinho de sabão na mão, somente para que ela fique mais lisa,  e esfregue bem na carinha do gato. Tome cuidado com os olhos:  massageie somente  por baixo deles, para retirar a secreção escura característica da raça. Use a outra escova de dentes para limpar bochechas, atrás das orelhas, testa e queixo. Enxágue bem toda a carinha.  

    9° - Lave as orelhas: passe um pouco de sabão nos dedos, e esfregue-as delicadamente.  Ao molhar e ao enxaguar,  tome  cuidado para não entrar água no duto auditivo; incline a cabeça do gatinho para baixo, de modo que a gravidade trabalhe a seu favor.   

    10° - Enxágue-o bem, retirando todo o sabão. Repita o processo com o Shampoo neutro ou Anti-pulgas. Enxágue, enxágue, enxágue: todo resíduo de sabão deve ser retirado, ou provocará coceiras e irritação na pele do gato.

    11° - Retire-o do banho: aperte as laterais dos pêlos para a retirada do excesso de água, embrulhe-o na toalha, desligue o chuveiro e acomode-o sobre o colo ou uma mesa.

SECAGEM


     1° - Esfregue bem com a 1º toalha para retirar todo o excesso de água, fazendo movimentos alternados de vai-e-vem com a toalha envolvendo as mãos, e sempre trocando a parte da toalha para outra, ainda seca.
Pegue imediatamente a segunda toalha e esfregue-o bem, para retirar todo o excesso de água. Ligue o secador, e direcione-o ao gato, para não deixar a pelagem molhada esfriar.   

     2° - Ponha a toalha por baixo dele: se ele estiver estressado e fizer xixi, a urina não o molhará e estragará o banho (a toalha absorve sem molhá-lo). Use um pente para alisar e desembaraçar a pelagem, sempre no sentido do nascimento dos pêlos, para a retirada de alguns nós que podem ter se formado no banho.

     3° -  Se o gato estiver em seu colo, segure o gato com o braço, a escova com uma mão e o secador com a outra. Você também pode apoiar a saída de ar do secador em sua perna, direcionando o jato de ar para a região que deseja secar. Se estiver usando uma mesa para secá-lo, use um apoio para o secador, e assim pode segurá-lo com uma das mãos e escová-lo com a outra.  

     4° - Comece a secá-lo, escovando-o, agora,  no sentido contrário ao nascimento dos pêlos. O uso da escova durante a secagem solta e arma a  pelagem, torna o processo mais rápido e elimina o restante dos pêlos mortos.  

    5° - Comece pelas costas, próximo à cauda. Se o seu gato não estiver acostumado com o barulho do secador, ele poderá ficar assustado e se tornará  uma verdadeira fera,  se começar pela cabeça. Ligue o secador e observe-o, antes de direcioná-lo para ele.  

     6° - Vá escovando o gato sempre para cima,  agitando o secador para não aquecer demais um mesmo local, evitando  uma queimadura na pele. Trabalhe, então, as laterais do corpo. 

    7° - Vire-o de barriga para cima ou erga-o,  e seque a parte de baixo do gatinho, dando atenção especial para a parte interna e a de trás das patas traseiras, peito e pescoço.  

    8° -  Seca a pelagem, pegue um pedaço de algodão e seque seus olhos; se estiverem irritados pelo banho, instile uma gota de soro fisiológico ou  colírio, conforme  indicação de seu veterinário.  

    9° - Seque também seus ouvidos com a toalha, e depois passe delicadamente um cotonete em cada ouvido. 

   10° - Escove-o até que o corpo esfrie, sempre armando os pelos no sentido contrário ao nascimento destes. 

DICAS IMPORTANTES

            Se você pretende banhar seu gato sempre em casa, aí vão algumas dicas importantes:  

    * Se ele estiver com alguns nós, ou soltando pêlos (ocorre no início da primavera e durante o verão), escove-o vigorosamente antes do banho, para soltar os pêlos mortos. Se não o fizer, eles se soltam  durante o banho, e emaranham-se formando nós, que são muito mais difíceis de serem desfeitos do que quando a pelagem  está seca. 

    * Nunca banhe-os em água fria. Gatos de raça são muito suscetíveis a problemas respiratórios. A temperatura normal de um gato é de 38º a 39º; a temperatura da água deve ser semelhante.  

    * Não passe sabão diretamente na carinha do gato; a espuma poderá irritar seus olhos, provocar espirros se entrar em suas narinas, e salivação se ele a lamber. 

    * Seque o máximo possível a cabeça e carinha com a toalha; ele não aceitará o secador nessas regiões.  

    * Alguns gatos absolutamente não aceitam serem secados com o secador de cabelos. Se isso acontecer, use um aquecedor de ambientes, que faz menos barulho e o assusta menos. Uma boa alternativa é colocá-lo dentro de uma cixa de transporte, se você tiver, e posicionar o secador para dentro da caixa. Se ainda assim, ele já estiver assustado e não permitir que você o seque de modo nenhum, deixe-o secando no sol, escovando-o algumas vezes. Esse NÃO É o procedimento adequado; use esse recurso somente se não houver outra opção. Esse é um dos motivos pelo quais aconselhamos sempre banhar o gato num dia quente: se ele não aceitar o secador, a temperatura ambiente não será tão diferente à temperatura de seu corpo após o banho, e ele não sofrerá um choque térmico, o que poderia provocar uma gripe. 

    * Talco é bom somente quando você estiver impossibilitado de dar banho em seu gatinho: se o tempo permanecer frio, ou se ele estiver com algum problema de saúde, como uma gripe, por exemplo, ou se ele sujou-se num horário impróprio para o banho. Se isso acontecer, esfregue um talco suave (pode ser infantil) ou um produto específico para esse fim (banhos secos), e retire o excesso com a escova e o secador. Lembre-se, o gato lambe-se com frequência, e tudo o que você aplicar em sua pelagem, será ingerido por ele.      

       Pronto! Seu gato está lindo! Agora, dê-lhe algumas gotas de Vitamina C, e deixe-o descansar. O banho relaxa, e ele dormirá gostoso por algumas horas; quando acordar, estará feliz e  pronto para brincar com você, e retribuir-lhe o carinho que você lhe dedicou.  

Texto: Elaine Jordão
Gatil Blaze Star